segunda-feira, 18 de abril de 2011

Radionovelas


Radionovelas

Desde os anos 30 já se ouvia dramatizações nas rádios, que eram denominadas Radionovelas.

Rádios como a paulista Record ou as cariocas Myrink Veiga e Nacional, possuíam os seus grandes programas de radioteatro, mas o gênero começaria a ser um sucesso de grandes proporções apenas às 09h30 do dia 1º de junho de 1941, com a primeira radionovela transmitida no país, Em Busca da Felicidade. Foram 284 capítulos em quase dois anos. As transmissões eram sempre nas manhãs de segunda, quarta e sexta-feira.

Com o sucesso da radionovela, a Colgate-Palmolive projetou veiculação para alavancar as vendas do creme dental na indústria norte-americana.

A primeira radionovela brasileira foi Fatalidade, na rádio de São Paulo. A produção da emissora paulistana era baseada em uma série de cenas românticas, temática comum ao gênero.

As radionovelas tinham por característica um enredo simples e relevante conservador. O sucesso das radionovelas foi gradativo, com o tempo passou a ser transmitida nos três turnos do dia. Em 1945, a Nacional transmitia diariamente 14 produções.




O American Way of Life nas Ondas da Nacional

Desde da década de 30, grandes agências norte-americana já atuavam no Brasil, como Walter Thompson. O rádio aparecia como um meio mais adequado de veiculação publicitaria. Os anúncios eram em formatos de textos ou jingles e os principais anunciantes usavam técnicas comuns na época nos Estados Unidos.

Temos como exemplo, o repórter Esso, onde o nome do produto aparece associado ao progama. Outro exemplo é o creme dental Colgate que aparecia como patrocinador do programa Em Busca da Felicidade, cujos rótulos davam direito a foto do artísta. Um outro progama é o Um Milhão de Melodias, o qual lançou o rerigerante Coca-Cola.

O progama Um Milhao de Melodias é um grande exemplo do processo de americanizado. A sua estrutura seguia a dos musicais de rádio norte-americano. Para cada número musical, brasileiro ou americano, preparava-se arranjos especiais, por exemplo: “- Senhoras e senhores! Boa noite! Cola-Cola, a bebida de todas as estações , tem a grande satisfação de lhes oferecer o segundo progama da série: Um milhão de melodias…”

3 comentários:

  1. É muito interessante escutar essas rádio novelas - no youtube voce encontar.
    Na própria Rádio Nacional, desde o fim da década de 1930, era apresentado todos os sábados o programa Teatro em Casa, que consistia na radiofonização, em uma única apresentação, de uma peça teatral - por isso que não se caracterizavam muito como radionovelas. Havia ainda Gente de Circo,de Amaral Gurgel, uma história semanal seriada, que estreou no início de 1941.
    Foi so realmente com a Em Busca da Felicidade que começou as radionovelas no Brasil.
    Agora é impressionante como elas realmente se tornam populares, fazendo com que muitas pessoas ate acreditem que sejam de verdade.
    Um episodio americano que demonstra muito bem isso foi a transmição de Orson Welles interpretando obra de ficção científica A Guerra dos Mundos - tambem pode ser encontrado no youtube.

    Érica Oliveira Fernandes

    ResponderExcluir
  2. Radionovelas são muito legais e interessante, até hoje gosto de ouvir radio, imagina se até hoje tivesse novela, eu não ia tirar a orelha do radio ,acho que despertaria uma certa curiosidade só de ouvir as vozes dos atores e teria que prestar bastante atenção.

    ResponderExcluir
  3. Fica a dúvida acima. Qual foi a primeira radionovela trajsmitida no Brasil? Em Busca da Felicidade ou Fatalidade?

    ResponderExcluir